Em Outubro de 2015, ano em que o TCU encontrou pontos irregulares nas contas do Governo Dilma, entre elas, as “pedaladas” fiscais e a edição de decretos de créditos suplementares sem aval do Congresso, Bia Kicis  participou do protesto ocorrido durante o julgamento.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>