Nasceu em 19 de setembro de 1961, em Resende, Rio de Janeiro. Filha de Rubeni Torrents Pereira, engenheiro militar reformado, e de Leda Pfeil Kicis Torrents Pereira, formada em psicologia. Bia formou-se em Direito, na UnB – Brasília. Advogada, mãe de Samuel, engenheiro, e de Guilherme, empresário.

Bia Kicis como Advogada:

Aos 23 anos teve seu primeiro trabalho, como advogada, no SERPRO.

Em 1992, foi aprovada no concurso público para o cargo de Procuradora do Distrito Federal, sendo empossada em 13/05/1992. Na Procuradoria-Geral do DF, destacou-se pela sua dedicação e atenção, não só aos processos como aos servidores, sempre ocupando e sendo convidada para cargos de chefia e de confiança. Alçou uma carreira crescente, chegando à Chefia de Gabinete do Procurador-Geral, em dois mandatos diferentes; foi Procuradora-Geral Adjunta e foi, também, Corregedora-Geral da Procuradoria.

Aposentou-se no cargo de Subprocuradora-Geral do Distrito Federal em Janeiro de 2016.

A partir de 1998, fundou e dirigiu a EBREIKI – Escola Brasileira de Reiki, onde destacou-se a nível nacional.

Em 2015, fundou, também, o Instituto Resgata Brasil, que tem por finalidade resgatar as Instituições Republicanas, bem como os valores culturais e familiares da sociedade brasileira.

Bia Advogada

Participação ativista política apartidária:

Também em 2015, foi convidada para ser um dos representantes, em Brasília, do Movimento Revoltados ON LINE – Entidade cuja página da Internet contava com quase 2 milhões de seguidores. A partir de então, enveredou pelo ativismo político apartidário, na defesa das causas democráticas e pelo combate ferrenho à corrupção.

Cerca de dois anos depois a página Revoltados ON LINE, infelizmente, foi derrubada pelo Facebook.

Em 2017, teve a honra de ser agraciada, em Israel, com a Comenda de Embaixadora Extraordinária da Paz na Terra Santa.

Bia Brasilia

Desafios e ingresso como Deputada

No ano de 2018, Bia Kicis aceitou o desafio de ser candidata a Deputada Federal pelo Distrito Federal. Devido a restrições da Executiva Estadual do PSL, sem alternativa, filiou-se ao PRP.

Enfrentou uma batalha duríssima em sua campanha, devido à falta de recursos e pelo fato de não estar filiada ao partido do então candidato a Presidente da República, a quem apoiava irrestritamente.

Palestras e audiências públicas

Como ativista palestrou Brasil afora sobre: Combate à Corrupção e à Impunidade, Luta pelas Liberdades Individuais, Combate ao Estado Totalitário, Voto Impresso, Escola Sem Partido etc.

Participou também de Audiências Públicas, com direito a palavra, no Congresso Nacional, em Órgãos Públicos e Privados, na Sinagoga de São Paulo, tendo feito ainda, sustentação oral em defesa do Voto Impresso, no Supremo Tribunal Federal na Ação Direta de Inconstitucionalidade, proposta pela PGR contra o voto impresso.

Bia Kicis foi eleita, pelo PRP, com 86.415 votos. Devido ao PRP não ter atingido a cláusula de barreira, fez, imediatamente após a sua posse, a filiação ao seu partido de origem, o PSL.

Já como integrante da bancada do PSL, foi indicada e assumiu a Vice-presidência da CCJC – Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania, a Vice-liderança do Governo no Congresso Nacional, além de assumir a Presidência da Executiva do PSL, no Distrito Federal.

Parlamentar e influenciadora

Segundo o Instituto de Pesquisa FSB, a Deputada Bia Kicis integra, hoje, o grupo dos 20 parlamentares mais influentes nas Redes Sociais, sendo, no Distrito Federal, a número “Um”!

Visão e posicionamento

Bia Kicis considera o Brasil o País que pode oferecer oportunidades a todos, desde que a população tome as rédeas das próprias vidas em suas mãos, fiscalizando e participando, para não permitir que a corrupção, a impunidade e os abusos aos direitos continuem a prosperar.

Bia Kicis não aceita o caos e o desastre que a corrupção dos representantes públicos trouxe ao nosso povo e conclama a todos aqueles que se indignam com a atual situação da nossa Rua, Bairro, Cidade, Estado e Nação, que façam parte dessa mudança no nosso País.

Bia Kicis reconhece a mão de Deus em sua vida, ao lhe proporcionar oportunidades para lutar e vencer.

Seu lema: “A política é como uma TV sem controle remoto. Se você não se levantar para mudar, vai assistir ao que não quer.”

Objetivos na Câmara dos Deputados

  • Estar à frente da CCJC – Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania;

  • Exercer a Vice-Liderança do Governo no Congresso Nacional;

  • Trabalhar para que um grande número de leis, que atrapalham a vida dos brasileiros, sejam revogadas;

  • Aprovar leis que melhorem a segurança pública, combatam a impunidade, ajudem no desenvolvimento econômico, reduzam os impostos e promovam a descentralização do poder;

  • Adotar medidas e ações que promovam a proteção à vida, à família e aos valores judaico-cristãos.